Blog

Exercícios físicos que reduzem pela metade o risco de infarto, mesmo em cardíacos

Comartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Até entre os pacientes com alta chance de desenvolver eventos cardiovasculares, a atividade física é capaz de reduzir o perigo pela metade

Cardiologistas sempre acreditaram que, entre os pacientes com predisposição genética de desenvolver problemas cardiovasculares, não havia muito o que poderia ser feito para reduzir as chances de um evento cardíaco, como um infarto. Os medicamentos e tratamentos existentes ajudam, mas o impacto deles não é tão significativo.

Um novo estudo, divulgado pela American Heart Association (Associação Norte-americana do Coração) no início de abril, mostrou que existe uma solução simples, mais barata e efetiva na redução do risco de um infarto – diminuindo as chances pela metade: os exercícios físicos.

A análise feita com mais de 500 mil indivíduos britânicos teve um acompanhamento de seis anos, em média, com participantes para verificar o impacto das atividades físicas na saúde do coração de todos. Como resultado, os altos níveis de exercícios cardiorrespiratórios, ou aeróbicos, como corridas, estavam associados a uma redução de 49% no risco de doenças coronarianas, como o infarto.

O resultado da pesquisa mostrou que independente do perfil de risco, a atividade física tem um efeito positivo. E esse efeito acontece mesmo naquelas pessoas com risco de eventos cardíacos muito grandes por questão genética.

Exercícios e coração

Os efeitos positivos das atividades físicas para o coração já é algo de conhecimento geral. A diferença agora, ressaltada pela pesquisa, é que os exercícios têm uma influência ainda melhor – atingindo qualquer pessoa, seja ela cardíaca ou não.

De forma geral, a atividade física regular reduz níveis de pressão, colesterol e triglicérides. Também ajuda na resistência insulínica, prevenindo diabetes, especialmente do tipo 2, e diminui o processo de formação das placas de gorduras nas artérias, principal causadora dos infartos.

Qual exercício fazer?

Embora se saiba muito dos benefícios dos exercícios aeróbicos, ou aqueles que mexem o corpo todo, como caminhadas, corridas, spinning, entre outras, os exercícios de força, ou resistidos, também têm benefícios importantes na saúde, inclusive do coração.

Os exercícios aeróbicos foram, no início, os mais estudados. Toda vez que se estudava exercício físico e relação com a saúde, os aeróbicos eram os mais buscados. Mas hoje há várias pesquisas que relacionam os exercícios de força com a saúde em geral.

O ideal, portanto, é sempre fazer uma associação de ambos: caminhadas e corridas com aparelhos de ginástica, exercícios funcionais (que mesclam as duas formas) ou CrossFit. O importante é encontrar o exercício que melhor lhe agrade e manter a atividade na rotina.

São necessários 150 minutos de atividade física moderada, por semana – algo em torno de 30 minutos todos os dias, segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS).

 

 

Deixe um comentário

Sobre Nós

Há 18 anos atuando na manutenção preventiva e assistência técnica de aparelhos de ginastica, nós da Ginastic Shop fomos pioneiros no Brasil, atendendo aos mais diversos mercados de fitness

Posts Recentes

Siga-nos

Ginastic Shop!

Assistência Técnica de Fitness do Brasil

Experiência

São 18 anos de estudos e geração de conhecimento, para oferecer, à nossos clientes, as melhores soluções técnicas e operacionais na manutenção preventiva e na assistência técnica de todas as marcas e tipos de aparelhos de ginastica

Qualidade

Atendimento Personalizado, Conhecimento Técnico e Planejamento nos permitem oferecer excelência na execução de nossos serviços, tornando a relação custo X benefício, um detalhe diante da eficiência alcançada.

Tecnologia

Investimentos permanentes no treinamento de nossos profissionais e na aquisição de máquinas e equipamentos nos permitem oferecer, sempre, soluções inovadoras, em questões técnicas ou no fornecimento de materiais mais resistentes e duráveis.