Blog Voltar

História do futebol feminino

História do futebol feminino

No Brasil, a primeira partida de futebol feminino foi realizada em 1921, em São Paulo, onde enfrentaram-se os times catarinenses e tremembeenses. Por aqui, a prática só saiu da ilegalidade em 1980 e na Inglaterra, em 1971, por isso, enquanto o futebol masculino crescia mundialmente, o feminino estava estagnado.

Desde sua liberação, a modalidade feminina tem enfrentado resistência devido aos fatores históricos, dificultando ainda mais o progresso.

A primeira Copa do Mundo de Futebol Feminino ocorreu em 1991 e, desde então, foram realizadas sete edições, com os seguintes campeões: Estados Unidos (3 títulos), Alemanha (2 títulos), Noruega (1 título) e Japão (1 título). A partir disso, a equipe Americana e a Alemã se tornaram referência pelo trabalho realizado.

Apesar da influência significativa que o futebol tem em nossa cultura, entre as mulheres o esporte vem se popularizado com o apoio das instituições responsáveis como, Ministério do Esporte e CBF, que têm organizado campeonatos – antes disponíveis somente ao masculino – também para o feminino. Porém, a grande dificuldade é que ainda há pouquíssimos patrocinadores.

O Ministério do Esporte viabilizou a realização de três campeonatos, a partir de 2012: Copas Libertadores da América de Futebol Feminino; Copa do Brasil de Futebol Feminino; Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino.

A copa Libertadores da América, reúne os campeões de cada país da América do Sul, sendo que as equipes brasileiras dominam a competição com seis títulos em sete edições: Santos/SP – 2; São José/SP – 3; Ferroviária/SP – 1; e a equipe do Colo-Colo (Chile) completa o quadro de campeões.

A cada temporada os clubes e campeonatos têm adquirido mais destaque e o crescimento do número de participantes têm levado ao aperfeiçoamento das técnicas e atraído o interesse do torcedor.

O desenvolvimento da categoria entre as mulheres é uma aposta em todo o mundo. As jogadoras, assim como os homens, estão ganhando espaço. Nos campeonatos dos Estados Unidos, da Europa e da Ásia, existem atletas brasileiras de alto nível, como Marta Vieira da Silva, que é a maior artilheira na história das Copas do Mundo de Futebol Feminino.

É notável que o futebol feminino está conquistando o reconhecimento de clubes, atletas e torcedores. A tendência é que os investidores também passem a dar mais valor a modalidade e comecem a investir. Só assim, o futebol feminino poderá conquistar títulos pelo mundo e mostrando que não só os homens são bons de bola.


Deixe uma resposta



Depoimento de Clientes

Magno

Excelente parceria, pronto atendimento, profissionais capacitados. Nós tivemos que restaurar alguns equipamentos, o resultado foi surpreendente, pois ficaram novos. Pessoal Detalhista até nos acabamentos, recomendo e aprovo os serviços executados. Ressalto também condições para pagamento tendo prazo e preços acessíveis para o condomínio.

Alexsander Formizari

...Veja mais

Actual Vl. Romana

Desde o momento em que firmamos um contrato de manutenção com a Ginastic Shop, não tivemos mais problemas com nossos aparelhos. A empresa dispõe de técnicos qualificados, pontuais e competentes mantendo sempre os aparelhos em perfeito funcionamento.

...Veja mais
Vídeo Institucional


Nossos Clientes

Nossos Clientes
Nossos Clientes
Nossos Clientes
Nossos Clientes
Nossos Clientes
Nossos Clientes

Marcas Atendidas

Nossos Clientes
Nossos Clientes
Nossos Clientes
Nossos Clientes


Contrato de Acordo com sua Necessidade

Contrato OneDay
Contrato Semanal
Contrato Quinzenal
Contrato Mensal